sábado, 20 de outubro de 2012

EU MESMO

20.10.2012

você foi eleito pelos meus
personagens e fantasmas
como o homem mais suave
e mais próximo do que

imaginei grandioso
não quero que seja ilusão
tentei arrancá-lo dos
meus sonhos e desejos
depois que depositei
num baú e que foi lacrado
com vontades
de indiferenças e desdém
pensei sob a terra
mas ontem
o tempo incólume
o fez brotar qual baluarte
detentor de todos os prazeres
aprendi que o melhor é curtir a jornada
e não a chegada
você sempre que voltar
será a brisa ou o aroma
do meu caminho
tão somente

2 comentários:

  1. Nossa, muito sublime isso tudo na poesia. Gostei muito!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Fantástico e encantador.
    Obrigado por seguir o meu blog,fico feliz em ter mais um amigo.SEJA MUITO BEM VINDO!!!!!.
    E aqui também já estou a te seguir.
    Bjos.
    http://www.celiamariadesousarrudajacobino.com

    ResponderExcluir